Frut Frios

MACARANI MOVEIS

MACARANI MOVEIS

quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Em memória de índios mortos: Fabrício Falcão participa da Caminhada dos Índios Tupinambá


Aconteceu no último domingo (29) a 19º Caminhada dos Índios Tupinambá, em Olivença, Ilhéus. A marcha acontece em memória de índios mortos numa chacina ocorrida em 1559 e também marca um momento de protesto do povo tupinambá por direitos e reconhecimento. Umas das bandeiras prioritária é a cobrança pela demarcação de terras indígenas. Presente no evento, o deputado Jean Fabrício Falcão (PCdoB) afirmou estar impressionado com a manifestação.

“Tive a honra de participar este ano e foi muito bom estar presente num momento muito bonito, forte e também grave. Essa marcha acontece desde 2000 para lembrar uma chacina sofrida por esse povo em 1559. É também um ato de resistência e cobrança por respeito e direitos. Quase cinco séculos depois, a situação da população indígena no país continua muito grave; e piorou com a chegada de Bolsonaro à presidência. O que vemos é preconceito, perseguição e ameaças. Por isso, é importante a gente apoiar a marcha e qualquer iniciativa do povo indígena”, disse. O grupo caminhou sob sol forte por um trecho da rodovia entre os municípios de Ilhéus e Una, da Vila de Olivença até a Praia do Cururupe.

“Hoje eu pude caminhar, conversar e ouvir os tupinambás. E eu digo: faça o mesmo onde você mora. Procure saber da história de sua região, sobre que nação indígena habitou ou habita esse lugar, tente descobrir remanescentes, converse, escute, respeite. Eu ando muito triste com a situação de nosso país. Mas, tenho esperança. Tenho consciência que é olhando para dentro, buscando as nossas raízes e nos reconciliando com a nossa história de diversidade, os nossos ancestrais, é que vamos retomar um caminho de paz, crescimento e fraternidade”, completou Fabrício.