SCHIN

SHOP DA CONSTRUÇÃO

SHOP DA CONSTRUÇÃO

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

‘Procura-se Tetê’: Homem de Itabuna cria campanha na internet e faz outdoor para encontrar periquita

Periquita batizada de Tetê desapareceu após se assustar com explosão em refinaria de pneus, em Itabuna. Tutor oferece recompensa para quem encontrar a ave.
Um funcionário público de Itabuna, no sul da Bahia, mobilizou a cidade em busca da periquita Tetê, seu animal de estimação. Ele fez campanha nas redes sociais e chegou a colocar um outdoor na rua para tentar encontrar a ave, que é uma fêmea da espécie periquito-rei.

Tetê está desaparecida há pouco mais de dois meses. O tutor, o funcionário público Fábio Quintas, ofereceu a recompensa de R$ 500 para quem encontrar o bichinho.

A periquita sumiu no dia 15 de julho, quando houve uma explosão forte em uma refinaria de pneus que fica perto da casa de Fábio. Tetê se assustou com o barulho e voou pela janela. Fábio disse que é a terceira vez que ela sai, só que nunca ficou desaparecida por tanto tempo.
O funcionário público mora sozinho em um apartamento, e além de Tetê, ele também é responsável por Tequinho, o namorado da periquita. Segundo ele, Tequinho tem sentido falta da companheira e está triste.

“Ele ficou bastante agressivo. E depois ele teve dificuldades para se alimentar, porque ele só comia ao lado dela, dividindo a mesma tigela de ração. A partir daí, ele fica a maior parte do tempo dentro da casinha onde somente ela dormia, acredito que por conta do cheiro”, conta Fábio.
Segundo ele, Tetê foi vista pela última vez em uma árvore que fica no fundo do prédio onde mora. O funcionário público chegou a ficar por horas no terraço de casa, durante três semanas, com um aparelho que reproduz o som de Tequinho, mas nem sinal dela.

“Eu ficava aqui como um pai, esperando ouvir o choro da filha. E me dava conta que as horas passavam, e meio-dia, 14h, 15h, 16h, até que o próprio por do sol me mostrava que era mais um dia sem a presença da minha filha”, diz Fábio.

Para mobilizar as pessoas fora da internet, Fábio colocou um outdoor na Avenida Jota Soares Pinheiro, com a frase “Cadê você, Tetê?” e o contato dele. Uma das pessoas que viram o outdoor é o garçon Ubiratan Marques. “Se eu encontrasse, não aceitaria o dinheiro. É pelo amor ao animal. Tem que ter amor pelos bichos e ajudar”, disse Ubiratan.

De acordo com Fábio, ele tem autorização do Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) para criar Tetê e Tequinho. Antes de sumir, a periquita morava com ele há quase oito anos.

Desde que Tetê sumiu, Fábio não tira os olhos do notebook e do celular, em busca de informações que possam ajudar a encontrar a ave. A todo momento chegam mensagens de gente que ele não conhece, mas que está compartilhando as informações sobre o sumiço da periquita.

Até agora, entretanto, a procura continua. Enquanto Tetê não é encontrada, Fábio segue tentando amenizar a tristeza de Tequinho.

“A esperança é de que eu retenha a minha vida novamente, com Tetê ao meu lado”, diz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário