SCHIN

SHOP DA CONSTRUÇÃO

SHOP DA CONSTRUÇÃO

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Bahia tem 5 mil pontos de distribuição de remédios gratuitos; são 842 tipos

Com o marido diabético e hipertenso, a aposentada Neuza Santos, 60 anos, todo mês vai a uma unidade credenciada do programa Aqui Tem Farmácia Popular pegar, gratuitamente, os remédios que ele precisa para controlar as doenças. Se tivesse que pagar por eles, teria que desembolsar entre R$ 50 e R$ 100. Na Bahia, existem 5.153 locais onde a população tem acesso a 842 tipos de remédios gratuitamente. Mas nem todo mundo sabe disso.

Os medicamentos são distribuído nas 3.875 unidades básicas de saúde (UBS), além das credenciadas no programa – são 1.278 unidades no estado. Segundo informações do Ministério da Saúde, só este ano, mais de um milhão de atendimentos foram realizados na Bahia através do programa Aqui Tem Farmácia Popular.
Medicamentos são vendidos até 90% mais baratos em farmácias credenciadas


Além de mais de 842 tipos de medicamentos distribuídos gratuitamente em 5 mil pontos, há outros que são vendidos com até 90% de desconto nas unidades privadas credenciadas no Aqui Tem Farmácia Popular. Eles são para rinite, dislipidemia, mal de Parkinson, osteoporose, glaucoma, contraceptivos. Há ainda fraldas geriátricas. A proposta é que o programa Aqui Tem Farmácia Popular complemente o atendimento realizado pelas farmácias públicas das Unidades de Saúde, ao incorporar à rede de drogarias do setor privado.

Para retirar os medicamentos no Farmácia Popular, o cidadão deve apresentar o documento de identidade, CPF e receita médica dentro do prazo de validade. Os descontos são variados. O contraceptivo Noretisterona 0,35mg, por exemplo, pode ser comprado por R$ 1,80. Se fosse na farmácia normal, ficaria por R$ 18. Já o Sinvastatina, usado para controle do colesterol, fica por R$ 3,80 no Aqui tem Farmácia Popular e é vendido por R$ 20 na farmácia normal. Já o Maelato de Timolol pode ser encontrado por R$ 4, valor que subiria para R$ 19,90 sem o desconto.

A menor diferença encontrada foi com relação a fralda geriátrica (pacote com sete unidades), que fica R$ 25. Sem o desconto, sai a R$ 28. // Corrreio

Nenhum comentário:

Postar um comentário