segunda-feira, 17 de abril de 2017

4 erros na hora de escolher maquiagem para pele oleosa: Descubra o que você pode estar fazendo errado

Quem sofre com oleosidade excessiva na pele conhece o drama: você caprichou na produção e, poucas horas depois, o look já está todo escorrido! Isso acontece com mais frequência do você pode pensar, mas muitas vezes, o problema é causado precisamente pelo uso dos produtos errados. Confira os 4 erros mais comuns na hora de escolher maquiagem!

1. Usar pó como base: Por mais inofensivo que pareça, o hábito de usar pó como base não é nem de longe a opção ideal. O primeiro motivo é pelo efeito pesado que ele deixa na make, correndo o risco de "craquelar" nas linhas de expressão ao longo do dia por conta da junção das partículas de pó com o óleo da pele. O segundo é que algumas fórmulas causam o entupimento dos poros, causando os tão indesejados cravos e espinhas. O ideal é apostar na fórmulas líquidas, que se espalham de forma mais uniforme e são absorvidas pela pele, sem craquelar com o passar das horas.

2. Usar bases muito hidratantes: É verdade que a pele oleosa também precisa de hidratação, mas usar uma base muito cremosa e hidratante não é o ideal. Esses produtos normalmente dão um aspecto ainda mais brilhoso à pele, além de terem tendência a escorrer ao longo do dia. Se você vinha cometendo esse erro até aqui, a partir de agora vale apostar em bases que oferecem um acabamento matte, sem pesar.