quarta-feira, 8 de março de 2017

Corpo de cantora do hit 'Chorando se Foi' está no IML há 45 dias

Quarenta e cinco dias após ter sido encontrado carbonizado dentro de um carro, o corpo da cantora Loalwa Braz ainda está no Instituto Médico Legal (IML) de Araruama, na chamada Região dos Lagos, no Rio de Janeiro. Os familiares, que aguardaram cerca de um mês pela realização de uma exame de DNA, para reconhecimento dos restos mortais da ex-vocalista do Kaoma, espera agora por uma ordem judicial que autoriza retirada e o sepultamento. A burocracia me impede de enterrar a minha irmã", desabafou Walter Braz, irmão da artista, ao UOL. Sem o exame de DNA comprovando se tratar mesmo de Loalwa, o corpo seria enterrado como indigente. "Tentamos fazer esse exame por nossa conta, mas não deixaram e tivemos que esperar a Polícia Civil do Estado do Rio sair da greve", afirmou Braz. O resultado foi emitido dias antes do carnaval, mas agora está, segundo ele, parado na Justiça. O exame de DNA demorou cerca de um mês para ser realizado pela falta de nitrogênio líquido no Instituto de Genética Forense, na Região dos Lagos.