segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

POTIRAGUÁ: JUSTIÇA FEDERAL ACEITA DENÚNCIA CONTRA EX-SECRETÁRIA DE AÇÃO SOCIAL QUE RECEBIA BOLSA FAMÍLIA


A Justiça Federal de Itabuna aceitou ação movida pelo Ministério Público Federal (MPF) contra a ex-secretária de assistência social de Potiraguá, Stela Amaral. Segundo o MPF, Stela recebeu o benefício, mesmo sendo secretária de assistência social do município e recebendo um salário de R$ 3 mil.

A ação movida pelo MPF foi fundada em denúncia do Sudoeste Hoje, em março de 2015, com grande repercussão na imprensa baiana e nacional.


Segundo o MPF, para ser beneficiado com o Programa Bolsa Família a pessoa deve comprovar que vive em “estado de pobreza ou extrema pobreza”. Ou seja, renda familiar mensal e per capita de até R$ 140,00 e R$ 70,00, respectivamente.

Stela Amaral é acusada de estelionato majorado e a pena prevista para esse tipo de crime é de cinco anos de reclusão, aumentada de mais um terço pelo fato de a vítima ser a União. //Informações do Políticos do Sul da Bahia