SCHIN

SHOP DA CONSTRUÇÃO

SHOP DA CONSTRUÇÃO

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

ESPOSA DE POLICIAL MILITAR, EM ESTADO GRAVE, TEM TRANSFERÊNCIA HOSPITALAR NEGADA PELA SESAB

THAIS SE ENCONTRA EM COMA HÁ 06 MESES. ELA NECESSITA SER TRANSFERIDA DE CAATIBA PARA UM OUTRO HOSPITAL COM MAIOR ESTRUTURA NA REGIÃO.
O Policial Militar MARCOS PORTUGAL compareceu ao Ministério Publico em Itapetinga, nessa terça (27) denunciando o grave sofrimento que vem passando sua esposa THAIS VIEIRA CERQUEIRA, 24 anos, e a desassistência da SESAB - Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, que não autorizava a transferência da jovem para um hospital com estrutura adequada.

THAIS morava em Caatiba, com seu esposo e dois filhos, onde vivia uma vida totalmente normal, sem nenhuma problema de saúde. Há 06 meses sofreu uma Parada Cardiorespiratória, que causou uma lesão neurológica na jovem. Ela foi hospitalizada, as lesões cerebrais foram aumentando, e Thais ficou totalmente

paralisada, perdendo voz e todas as atividades cerebrais. Ela passou a não esboçar mais reação, permanecendo em CÔMA Vigil, traqueostomizada e utilizando Sonda. O esposo conduziu a jovem para vários hospitais, em busca de encontrar uma esperança de cura, e, ou mesmo, de proporcionar uma melhor condição de vida. Com familiares em Caatiba, Thais acabou sendo transferida para o Hospital da sua cidade natal. Mas a unidade possui uma intensa carência, não dispondo sequer de materiais para troca de curativos. Com isso, a jovem passou a sofrer de várias outras situações, entre elas do vazamento de alimentos e da infecção do abdômen, no local onde se colocou uma sonda para alimentação. “Apesar dessas dificuldade que o hospital de Caatiba passa com a falta de materiais específicos para os curativos de Thais, estamos tendo todo apoio possível tanto da direção como de todo os funcionarios do hospital." Disse o esposo.

No desespero, diante da situação da mulher, o Policial implorou para que a trouxessem para Itapetinga. Ele veio com a esposa em uma ambulância para o Hospital Cristo Redentor. Já no Hospital, em Itapetinga, os médicos plantonistas e a direção do Hospital argumentaram que não poderiam receber Thais, pois ela ainda pertencia ao Hospital de Caatiba, devendo haver uma autorização ou mesmo liberação por parte Do Setor de Saúde da Secretaria Estadual. Mesmo diante do clamor do marido, a jovem não teve autorização de transferência de Unidade Hospitalar, permanecendo internada em Caatiba.
O sofrimento da Jovem Thais e dos seus familiares demonstram o triste caos em que se encontram os serviços de saúde do Estado da Bahia. Tristemente, vemos em uma cidade como CAATIBA a ausência em seu hospital de materiais básicos para um pronto socorro, como gases e esparadrapos. Observamos o descaso do setor de Regulação, da SESAB, que sequer aceita transferir a moça para uma unidade adequada. E ficamos absurdamente revoltados diante de tamanho descaso com um ser humano.
THAIS continua hospitalizada em Caatiba. Diante dos fatos citados acima, necessita urgentemente ser transferida para Itapetinga, ou para outra unidade com mais adequação para o seu caso. 
Contatos com o Policial Militar Marcos Portugal, pelo fone/zap: (73) 8852-4320

Nenhum comentário:

Postar um comentário